Trading revê números de produção açúcar e acredita em safra recorde

Há duas semanas atrás a trading de açúcar Alvean, previa a produção do adoçante entre 31 milhões e 32 milhões de toneladas na região Centro-Sul. Isso foi antes da crise social e econômica instalada graças pandemia da COVID-19 e as quedas nos preços do petróleo, que levaram, supostamente as BR Distribuidora e a Raízen, a declarar força maior nas compras do biocombustível, de acordo com informações da Bloomberg.

No entanto, a Alvean reviu seus números e agora projeta produção de cerca de 36 milhões de toneladas de açúcar, de acordo com Paulo Roberto de Souza, presidente da trading. O novo volume representa um salto de mais de 35% em relação à safra 2019/20 — número que se for confirmado estará próximo do recorde de produção.

“Se a produção superar 36 milhões de toneladas, o mercado de açúcar passa de déficit a superávit, afirmou Souza a agência de notícias Bloomberg. A safra 2020/21 começou oficialmente no dia 1º de abril e segundo informações levantadas pelo JornalCana confirmam que o mix será mais açucareiro.

 

Fonte: Jornal Cana -02/04

 

Relacionadas