[Fenasucro] Reunião discutirá se CBio será commodity ambiental ou ativo financeiro

O secretário de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis do Ministério do de Minas e Energia (MME), Márcio Félix, disse hoje em Sertãozinho, no interior paulista, que haverá uma reunião na quinta-feira em Brasília para discutir se os Créditos de Descarbonização (CBIO) que serão comercializados no âmbito do RenovaBio serão uma commodity ambiental ou um ativo financeiro. De uma forma ou de outra, será um produto comercializado em bolsa, acrescentou.

Ele participou de uma apresentação na Fenasucro & Agrocana, feira de tecnologias e bens industriais para o setor sucroalcooleiro.

Segundo Félix, a reunião contará com representantes da B3, do Banco Central, da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima), da Federação Brasileira de Bancos (Febraban), do Ministério da Economia e do MME.

Ainda em seu discurso, o secretário fez uma referência indireta ao movimento de jovens iniciado nos países nórdicos que protestam contra a crise climática.

“Aquela garota ou garoto que está em algum lugar do mundo, talvez na Escandinávia, que queira fazer alguma coisa boa para o planeta, pode simplesmente, pela internet, comprar um CBio e retirar 1 tonelada de carbono do planeta”, disse.

Valor Econômico - 20/08/2019

 

Relacionadas