Etanol hidratado sobe 3,74% e anidro recua 2,07% na semana

No período de 4 a 8 de fevereiro, o etanol hidratado valorizou, pelos índices do Cepea/Esalq, da USP, em São Paulo. Na última semana, o litro do biocombustível foi cotado em R$ 1,5800, alta de 3,74% quando comparado aos preços praticados na semana anterior (28 de janeiro a 1º de fevereiro), a R$ 1,5231/litro.

Já o anidro, usado na mistura com a gasolina, fechou em baixa no mesmo período. O litro foi comercializado a R$ 1,6976, desvalorização de 2,07% em relação à semana anterior, quando o mesmo litro foi vendido a R$ 1,7335, também pelo índice Cepea/Esalq, da USP, em São Paulo.

Etanol diário

Pelo índice Esalq/BM&F o etanol hidratado fechou em valorização na sexta-feira (8). O metro cúbico do biocombustível foi vendido a R$ 1.694,00, alta de 0,36% no comparativo com o dia anterior.

Na bomba

Os preços do etanol hidratado recuaram nos postos de 17 Estados e do Distrito Federal na semana passada, segundo levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) compilado pelo AE-Taxas. Em 6 Estados houve alta, no Acre e no Ceará estabilidade. No Amapá não havia dados para comparação.

Na média dos postos brasileiros pesquisados pela ANP houve recuo de 0,79% no preço do etanol na semana passada ante a anterior, para R$ 2,758. Em São Paulo, principal Estado produtor e consumidor, a cotação média do hidratado recuou 1,23% sobre a semana anterior, de R$ 2,592 para R$ 2,560 o litro. Amazonas registrou maior recuo no preço do biocombustível na semana passada, de 2,37%, e a maior alta, de 1,73%, foi na Bahia.

Na comparação mensal, os preços do etanol recuaram em 20 Estados e no Distrito Federal, subiram em cinco e no Amapá não houve avaliação. Na média brasileira o preço do etanol pesquisado pela ANP acumulou baixa de 2,54% na comparação mensal. Amazonas registrou a maior queda nos preços do biocombustível no período mensal, de 5,92%.

O preço mínimo registrado na semana passada para o etanol em um posto foi de R$ 2,13 o litro, em São Paulo, e o máximo individual ficou de R$ 4,949 o litro, no Rio Grande do Sul. São Paulo mantém o menor preço médio estadual, de R$ 2,56 o litro, e o maior preço médio ocorreu nos postos do Acre, de R$ 4,027 o litro.

Broadcast Agro / Agência UDOP de Notícias - 11/02/2019

 

Relacionadas