Açúcar: preços atingem o menor nível em duas semanas

Após fechar a última semana em alta, os preços do açúcar voltaram a cair nas bolsas internacionais nesta segunda-feira (7). Em Nova York, o lote com vencimento para março/20 foi firmado em 12.52 centavos de dólar por libra-peso, recuo de 24 pontos. Na tela para maio/20 a desvalorização foi de 25 pontos, fechando contratos em 12.64 centavos de dólar por libra-peso. Nas demais telas a queda oscilou entre 11 a 21 pontos.

De acordo com a Reuters, "os contratos futuros do açúcar bruto na ICE recuaram nesta segunda-feira, atingindo seu menor nível em quase duas semanas, conforme especuladores interromperam suas coberturas de vendidos após estas elevarem os preços em 10% na semana passada, em um cenário de aperto de oferta".

Em Londres os contratos para dezembro/19 encerraram o pregão em US$ 339,60 a tonelada, recuo de 5,90 dólares. O vencimento para março/20 fechou em US$ 339,10 a tonelada, queda de 5,40 dólares. Os demais lotes desvalorizaram entre 2,80 e 4,20 dólares.

Mercado Interno

As cotações do açúcar cristal iniciaram outubro em elevação no mercado spot do estado de São Paulo, conforme indicam dados do Cepea. O Indicador CEPEA/ESALQ, cor Icumsa de 130 a 180 fechou a R$ 64,67/saca de 50 kg na segunda-feira, 7, o maior patamar nominal desde o encerramento de maio deste ano.

Pesquisadores afirmam que a sustentação vem da baixa oferta, especialmente de açúcar de maior qualidade (Icumsa até 180). Além da menor produção estimada para esta safra 2019/20, volumes expressivos do açúcar cristal foram vendidos no spot em julho e agosto, o que tem feito com que usinas limitem as quantidades do cristal ofertadas em novas negociações.

Etanol

O etanol hidratado registrou a sexta valorização consecutiva no mercado paulista, segundo o indicador diário da Esalq/BM&F. O biocombustível foi negociado a R$ 1.854,50 o metro cúbico ontem, alta de 0,82% no comparativo com a véspera.

Fonte: Cepea/Agência UDOP de Notícias. – 08/10/19

 

Relacionadas