Usina Coruripe prevê estabilidade na moagem de cana em 2017/18

A Usina Coruripe, maior empresa do setor sucroalcooleiro no Norte/Nordeste e a nona do Brasil, espera moer cerca de 14,17 milhões de toneladas de cana-de-açúcar na safra 2017/2018, que será finalizada em março, volume estável ante o ciclo anterior.

A Coruripe afirmou em nota nesta quarta-feira que também prevê resultados financeiros similares à safra anterior, "mesmo considerando um cenário de preços de açúcar mais deprimidos".

Com quatro unidades em Minas Gerais e uma em Alagoas, a Coruripe possui capacidade de moagem de 14,5 milhões de toneladas de cana-de-açúcar, produz açúcar VHP, açúcar cristal e etanol e exporta energia elétrica.

Na safra 2016/2017, a moagem chegou a 14,16 milhões de toneladas de cana-de-açúcar e a produção de açúcar equivalente cresceu 1,7 por cento em relação à safra anterior.

A informação foi divulgada no momento em que a empresa anunciou como novo presidente o economista Mario Luiz Lorencatto.

O executivo vai assumir o cargo no dia 1º de fevereiro, no lugar de Jucelino Sousa, que passará a integrar o Conselho de Administração da empresa.

De acordo com Sousa, "a mudança faz parte de um processo natural de aperfeiçoamento da governança corporativa da Usina Coruripe".

A Usina Coruripe, controlada pelo grupo Tércio Wanderley, com sede em Coruripe (AL), foi fundada em 1925.

Fonte: Reuters – 03/01/2018

 

Relacionadas