Em 9 safras, usina Cerradão amplia a moagem de cana em 294%

A primeira safra da unidade, localizada no município de Frutal (MG), foi em 2009, quando foram processadas 785,6 mil toneladas da matéria-prima do etanol. Já no ciclo 2017/18, a unidade processou 3,1 milhões de toneladas.

O avanço da produção de etanol foi de 37% nas nove safras realizadas pela usina de Minas. Na temporada 2009/10, a produção de biocombustível foi de 68 mil metros cúbicos, contra 93 mil metros cúbicos na 17/18.

Já a produção de etanol cresceu saltou 182%. A usina de Minas totalizou 94 mil toneladas na safra 2010/11, quando começou a fabricar o adoçante, e chegou a 265 mil toneladas em 2017.

A usina de Minas também deu salto na oferta de bioenergia. Na safra 10/11, gerou 36 mil megawatts-hora (MWh), montante que cresceu 358% em 2017, quando a unidade ofertou 165,2 mil MWh.

Saiba mais sobre a Usina Cerradão

O Grupo Cerradão é a concretização do projeto de investimento concebido para a exploração agroindustrial sustentável da cana-de-açúcar na região de Frutal, no Triângulo Mineiro, e é composto pela Usina Cerradão Ltda., Agrícola Cerradão Ltda., e Bioenergia Cerradão Ltda., conforme o website da companhia.

A materialização do empreendimento iniciou-se com a constituição da Usina Cerradão, em 1° de junho de 2006. Pautada em projeto modular, a Unidade Industrial foi concebida em sua primeira fase para uma moagem de até 2.400.000 toneladas de cana-de-açúcar.

A operação efetiva da Usina Cerradão iniciou-se no ciclo 2009/10, com a moagem de 785.627 ton da matéria prima. No ciclo 2016/17 foram esmagadas 2.742.366 toneladas e no ciclo 2017/18 moeremos aproximadamente 3.100.000 ton de cana de açúcar.

Produção de cana

A Agrícola Cerradão foi constituída em 1° de outubro de 2012 com o objetivo de assumir as atividades de produção de cana de açúcar destinadas à industrialização pela Usina Cerradão.

No ciclo 2017/18 foram produzidas 1.300.000 toneladas de cana-de-açúcar, aproximadamente, em fundos agrícolas obtidos pela Agrícola Cerradão mediante contratos agrários firmados com os respectivos proprietários dos imóveis rurais.

Em 28 de agosto de 2015 foi constituída a Bioenergia Cerradão com o objetivo de operar as atividades de cogeração e exportação de energia elétrica, com 260.000 MWh de cogeração e a 160.000 MWh de exportação no ciclo 2017/18.

O Grupo Cerradão é controlado pela JP Andrade Agropecuária Ltda. e pela Holding Queiroz de Queiroz Ltda.

09/07/18 - Fonte: Jornal Cana

 

Relacionadas